Mulher de shorts usando tênis branco, amarrando o cadarço

Frieira ou pé de atleta

A frieira, também conhecida por pé de atleta, e clinicamente denominada tinea pedis, é uma infecção de pele causada por fungos chamados de dermatófitos.

Esses fungos se desenvolvem em ambientes quentes e úmidos, como vestiários, chuveiros, sapatos e meias. Portanto, eles vivem bem nos pés, onde encontram condições semelhantes. A frieira ou pé de atleta costuma ocorrer entre os dedos dos pés, mas também pode afetar a sola e as laterais.

Sinais e sintomas da frieira ou pé de atleta

A maioria das pessoas apresenta sinais e sintomas como:

  • Coceira e sensação de queimadura nos dedos e nos pés;
  • Pele muito seca, com descamação;
  • Fissuras ou rachaduras na pele da sola dos pés e calcanhar;
  • Pele esbranquiçada;
  • Bolhas;
  • Pés com mau cheiro.
Ícone de médica Canesten

Compreendendo a frieria

A frieira ou pé de atleta é muito contagiosa, sendo de fácil transmissão no contato de pele com pele ou com superfícies ou objetos contaminados, como toalhas, lençóis e roupas, os quais quando compartilhados ajudam a propagar a infecção. Piscinas, chuveiros e vestiários de uso público contaminados também são locais onde é comum pegar frieira ou pé de atleta.

Homem dando um salto e selo de marca de saúde do pé mais vendida no Mundo Canesten

Tratamento da frieira ou pé de atleta

Se o tratamento correto for feito logo que aparecerem os primeiros sinais de infecção, a frieira ou pé de atleta podem ser combatidos mais rapidamente.

O tratamento com um antifúngico tópico, ou seja, aplicado diretamente na pele, é uma forma fácil e prática de combater a frieira ou pé de atleta. Os antifúngicos atacam os principais tipos de fungos que causam a infecção, são fáceis de aplicar e penetram rápido na pele para alívio dos sintomas.

Clotrimazol é um dos princípios ativos que podem ser usados para tratar frieira ou pé de atleta.

Prevenir a frieira ou pé de atleta

Ícone de toalha de banho pendurada Canesten

Seque sempre bem os pés, especialmente entre os dedos.

Ícone de par de meias limpas Canesten

Use meias limpas todos os dias e troque-as se estiver muito calor ou depois de praticar exercícios físicos.

Ícone de unha do dedo do pé limpa e aparada Canesten

Mantenha as unhas do dedo do pé curtas e aparadas para evitar a propagação de infecções fúngicas.

Fatos sobre a frieira ou pé de atleta

Ícone de chuveiro público Canesten

A frieira ou pé de atleta é muito contagiosa, por isso tenha cuidado com as outras pessoas enquanto estiver infectado. Se você mantiver os pés protegidos e não compartilhar roupas, sapatos, toalhas e lençóis, evitará que a infecção se espalhe.

Ícone da Terra Canesten

As infecções de pele estão entre as dez mais comuns em todo o mundo! A frieira ou pé de atleta é um problema muito comum – sete em cada dez pessoas contraem frieira ou pé de atleta em algum momento da vida**. Os sintomas podem incomodar, e a infecção é contagiosa, mas de fácil tratamento.

Ícone de mão aberta Canesten

Se não for tratado, o pé de atleta pode se disseminar para outras partes do corpo e causar outros tipos de fungo de pele ou micose de unha.

*Nicholas Hall’s global CHC database, DB6. Países em que são comercializados:
Canada, Porto Rico, Estados Unidos, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Países Baixos, Noruega, Portugal, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido, Bulgária, Croácia, República Checa, Hungria, Lituânia, Polônia, România, Rússia, Eslováquia, Eslovênia, Ucrânia, China, Hong Kong, Indonésia, Malásia, Filipinas, Singapura, Korea do Sul, Taiwan, Tailândia, Vietnam, Índia, Paquistão, Japão, Austrália, Nova Zelândia, Argélia, Nova Zelândia, Egito, Irã, Israel, Cazaquistão , Marrocos, Nigéria, Arábia Saudita, África do Sul, Turquia.

**Drake LA, et al. Guidelines of care for superficial mycotic infections of the skin: tinea corporis, tinea cruris, tinea faciei, tinea manuum, and tinea pedis. Guidelines/Outcomes Committee. American Academy of Dermatology. J Am Acad Dermatol. 1996 Feb;34(2 Pt 1):282-6. doi: 10.1016/s0190-9622(96)80135-6. PMID: 8642094