Mulher de shorts usando tênis branco, amarrando o cadarço

Saiba mais sobre frieira ou pé de atleta

Saiba o que é frieira ou pé de atleta e como pode contraí-lo. Saiba mais sobre os sinais e sintomas desta infecção por fungos e como pode tratá-la.

O que é frieira ou pé de atleta?

Você não precisa ser atleta para pegá-lo! Frieira ou pé de atleta, também chamado de tinea pedis, é uma infecção por fungos altamente contagiosa que afeta a pele nos pés, mas pode se espalhar para as unhas dos dedos do pé ou até das mãos.

Ele é contraído facilmente ao ter contato direto com uma pessoa infectada, compartilhar toalhas ou roupas infectadas com o fungo ou andar descalço em áreas públicas, como academias, piscinas, chuveiros públicos e vestiários. A chance de você pegá-lo é maior se a pele nos seus pés estiver machucada ou se você tiver pés úmidos ou suados. O fungo cresce sob condições quentes, úmidas, portanto evite usar meias e calçados úmidos. Por isso, ele é encontrado com maior frequência em atletas!
A frieira ou pé de atleta muitas vezes ocorre entre os dedos do pés, mas também pode afetar as solas e as laterais dos pés. A frieira ou pé de atleta geralmente começa em um ou ambos os pés, mas é possível transmiti-lo involuntariamente para as mãos ou outras áreas do corpo, simplesmente coçando ou tocando as partes infectadas dos seus pés.

Sinais e sintomas da frieira ou pé de atleta

Os sinais e sintomas da frieira ou pé de atleta são irritantes e a infecção é contagiosa, mas fique tranquilo, é possível tratá-los facilmente. Você pode estar com frieira ou pé de atleta se apresentar os seguintes sinais e sintomas:

  • Os dedos do pé e o pé coçam e ardem, sendo que a sensação é pior logo após tirar o calçado e as meias

  • Você tem pele escamada, muito seca, rachada ou descascada.

  • Você observa rachaduras, amolecimento e embranquecimento da pele entre os dedos do pé

  • Você tem pele rachada na sola do pé ou no calcanhar. O tipo mocassim da frieira ou pé de atleta causa ressecamento e escamação crônicos nas solas, estendendo-se até as laterais do pé. É fácil confundi-lo com eczema ou pele ressecada

  • Você tem bolhas nos pés. Alguns tipos de frieira ou pé de atleta apresentam bolhas

  • Você tem pés malcheirosos. Esse sintoma pode ser causado por fungos e bactérias que também podem proliferar no seu pé

Homem dando um salto e selo de marca de saúde do pé mais vendida da Europa Canesten

Tratamento da frieira ou pé de atleta

Tente sempre iniciar o tratamento assim que perceber os sintomas. A frieira ou pé de atleta pode ser tratado facilmente com medicamentos antifúngicos tópicos de venda livre, oferecidos na forma de creme, sprays e talcos. Canesten® oferece produtos para frieira ou pé de atleta que podem ser adquiridos na sua farmácia local, nas lojas das principais avenidas e em supermercados ou on-line. Os tratamentos antifúngicos Canesten® atacam com eficácia os principais tipos de fungos que causam a infecção, incluindo dermatófitos. Eles são fáceis de aplicar e penetram na pele, interrompendo o crescimento dos fungos, matando-os e assim aliviando os seus sintomas.

Quando consultar um médico

Se constatar que não consegue eliminar a infecção com medicamentos de venda livre, consulte seu médico. É possível que precise de outros medicamentos antifúngicos tópicos ou orais. Além disso, consulte um médico se:

  • Estiver grávida ou for uma pessoa de mais idade. Os medicamentos antifúngicos podem não ser adequados para você, então o médico pode recomendar uma terapia alternativa

  • Você sentir um grande desconforto

  • Seu pé estiver vermelho, quente e dolorido. Pode ser uma infecção mais séria do que frieira ou pé de atleta

  • Você tiver diabete. Os problemas do pé de pessoas com diabete podem ser mais sérios. A frieira ou pé de atleta pode levar a outras infecções bacterianas

  • Seu sistema imunológico estiver enfraquecido

Homem atlético com relógio preto amarrando o cadarço

Prevenção da frieira ou pé de atleta

Se achar que corre risco de pegar frieira ou pé de atleta, siga algumas regras simples que podem lhe ajudar a evitar contrair a infecção ou impedir que ela volte.

Você deve:

  • Sempre secar os pés cuidadosamente, em particular entre os dedos do pé. Enxugá-los até secarem em vez de esfregá-los

  • Usar meias limpas todos os dias e trocá-las se estiver quente ou depois de praticar esporte. As meias de algodão são as melhores

  • Tirar os sapatos em casa para deixar os pés “respirarem”

  • Usar uma toalha separada para os pés e lavá-la regularmente

  • Usar sandálias quando puder

Evite:

  • Coçar a pele afetada. Isso pode transmitir a infecção para outras partes do corpo

  • Andar descalço, especialmente em vestiários, piscinas e chuveiros públicos

  • Compartilhar toalhas, meias ou sapatos com outras pessoas

  • Calçar o mesmo par de sapatos dois dias seguidos

  • Calçar sapatos que deixem seus pés quentes e suados

*Nicholas Hall’s global CHC database, DB6. Países em que são comercializados: Canada, Porto Rico, Estados Unidos, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Países Baixos, Noruega, Portugal, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido, Bulgária, Croácia, República Checa, Hungria, Lituânia, Polônia, România, Rússia, Eslováquia, Eslovênia, Ucrânia, China, Hong Kong, Indonésia, Malásia, Filipinas, Singapura, Korea do Sul, Taiwan, Tailândia, Vietnam, Índia, Paquistão, Japão, Austrália, Nova Zelândia, Argélia, Nova Zelândia, Egito, Irã, Israel, Cazaquistão , Marrocos, Nigéria, Arábia Saudita, África do Sul, Turquia.